Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2007

Duzentas postagens de Vozerio do Inferno

Acho que esse blog tem uns dois anos, sei lá, preciso verificar depois a data da primeira merda que coloquei aqui. É agradável bronquear antes e depois do bar nesse ambiente. Tem uma geladeira cheia de blues, um catarro exibido grudado no teto e a teta mágica da Maria Cotonete. Nesse mês eles tão fazendo a assessoria de imprensa do blog. É isso. Foda-se.





***
Váldson passeia tranquilo pela universidade. Cruza com uma mulata de coxa grossa, camiseta com estampa Adidas apertada no corpo, segurando o peitão. Ela encara Váldson. Desfila provocante na calça jeans justa , a anca na medida certa, generosa. Váldson tem namorada e não consegue concluir a operação.

***
Estréia amanhã em Sorocaba :

Chocomerda

120 min/drama-ação cuba libre maionese

Clarice é linxada num show de música pra agroboy nenhum botar defeito. Ela perde o braço esquerdo e enquanto pega a lotação procurando seu gato siamês tromba com Chocomerda, o figura mais triste que ela já conheceu. Os dois entram na dança da vida e da punheta…

escrever em lo-fi - cristar - com a lata gelada

Dez da matina, sol campeão. Esse é meu recreio favorito hoje. Sirvo-me de CriStaR, na padoca do Serjão marco na velha caderneta cada lata gelada a R$1,50. Escrever em pé é du caralho.

Imagino o Hemingway fritando os joelhos enquanto seu sapato cansado recusa CriStar. Chega então o Tino Marcos, Ernest se afasta, acena com a cabeça quando a pergunta é pertinente a extinção do Pernod em cineclubes de sinuca.


***
Tô naquele rolêzinho tranquilóvisky pelo centro da cidade. Viro a esquina e dou de cara com o potão perdido em cima do balcão, cheio de ovo de codorna boiando drento. O bar do Bigode tá cheio de velhaco nesse horário. E velhaco de prima.

O Jair Leite Moça como sempre ocupa seu pedaço sagrado. Jornal aberto, morde os beiço, pega o cigarro no chão. A campainha de casa parece uma girafa cantando algo da Kate Bush. Nerda. De novo ela toca, a geladeira entristecida aguarda mais cevada para o novo blues.
***
Aviamento para cortinas. Lãs para ballet. Acompanhado de Cecília, Hermes entra no e…
---tomando Antarctica sem copo:


Aquela semana em Santos foi foda demais. Eu cada vez mais motivado no meu rolê crescente da legítima chapação interiorana ia esmerdear pro lado onde Pelé remodelou as quatro linhas.

O lance surgiu graças ao convite do camarada Ringo, o apartamento do tio dele tava na mão e precisava de fumaça. Ringo acabava de conseguir férias, depois de uma porrada de tempo trampando no hotel da society, aqui da roça. Ringo achava o tio um babaca cuzão, e em Santos Ringo poderia acordar no dia seguinte de ressaca e com a barba bêbada e o hálito não-comercial.

O Ringo queria morar na praia, eu tô ligado, mas eu curtia beber cachaça. Ele é ainda hoje parceirão de copo. E todos os dias que caguei e bebi lá em Santos rezei com a garrafa, pra cima e pra baixo feliz da vida, e a macacada pedia um gole de 51 enquanto feliz eu caminhava sinceramente torto e ogro rei. "Valeu guerreiro, vai na fé", dizia um deles,seis horas de uma tarde bem bebida.

Depois teve a vovódk…

D U P I N I C O

Du Pinico é um ex-camarada meu. Na real o cara é até parceiro meu, pra fazer um corre toxicômano,e só. Ele já foi palhaço de festinha de pirralho, descobriu que podia bancar sua sede pela branca com suas micagens pegaças. E tino pro negócio ele tinha. Du Pinico, o craque no inventário de apelidos idiotas e imitações baratas de pessoas comuns, pobre pedreiro. Du Pinico que vive em Glasgow, engravidou a prima de segundo grau. Sua filha é racista e bonitinha, ruivinha e dona duma simpatia de sobra, uns três aninhos, com sete será putiña.
Acontece que num fim de tarde um pedófilo quase levou sua herdeira pruma enrascada.
Du Pinico saiu pra comprar seda com gosto de abacaxi na loja de conveniência do posto Linguiça, perto de sua casa. Normalmente sua mãe nessa hora pega a neta na saída da escolinha, então ele aproveita pra fumar um ou sete mesclados pelas redondezas.
Só que nesse dia a menina enquanto esperava a mãe caiu na conversa mole de um senhor calvo,óculos fundo de gaRRaFa, que guardav…
Pois é, final de sexta-feira, a chuva ainda cai, ainda que um pouco mais retraída agora. Sem dúvida faz um calor agradável, tá foda minha gente, Satanás peidou a Fafá de Belém na cara de Deus, que mandou catinga fervendo pra atmosfera. Voltei pra Rio Craro e cansei de todos os mp3 aqui dessa joça de máquina. Mas ainda sobrou Sex Pistols com Silly Thing, What you gonna say? What you gonna do? - se bem que ainda restam os pernilongos, cantantes como a voz da Débora Falabela, além de claro, o suor escorrer caprichoso na minha testa, sem trégua. Daqui a pouco caio pra rua pra ver qualé que é a dessa roça.


Foi mal, de novo é TRI CO LOR. E como tudo é tiração de onda e pica entrando no rabo de corintiano, aí vai o conto do são paulino comedor de xoxota cheirosa.



FOI MAL


Felipe tem vinte e seis anos, é especial desde criancinha. Vive com os pais, no centro da cidade,
uma cidade devagar, pacata e acomodada como qualquer feudo da província filiada ao
sindicato dos aposentados ferroviários do …