Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2008
"Tenho que segir trabalhando, ainda que não para chegar a essa conhecida perfeição que provoca a admiração dos tontos. Para essa forma de pintar [...], basta ter os conhecimentos de um obreiro."


Paul Cézanne
as mulheres estragam tudo
quando tudo
parecia tão certo
- mas que ilusão de merda -

agora o capeta está
na ilha de Caras
sorrindo
exibindo ao governador
de Mibnas
um gibi do Cascão.
você gostaria de ser
reconhecido nas ruas
como o cara de gel
que perambula satisfeito
ostentando uma regata preta?

você gostaria de comprar
um pacote disputado e
bem parcelado
na CVC turismo?

pergunte isso ao Papa.
pergunte iss ao Obama.
ao baixinho da Kaiser
ao Kaká orando baixinho
ao risólis vendendo muito óleo
em sua metafísica entupida de maionese.

"Eu não sou cachorro não"

CAGAR MOLE É UMA BOSTA, HEIN?





















































não quero ser amado
quero ser lembrado
eu amo a palavra escrita
- viver cercado de livros
insurgir a todo instante
asfixiado no torpor
de cada página
derretida
e depois de pontuar
com o coração da retina
a última frase,
lamber a buceta
de mais uma mulher
que ousou dizer
que me amava.
Feliz Natal, Clotilde.
Feliz Natal, Doralice.
Feliz Natal, Marilice.
Bom Anal, Sheila.
Feliz Natal, Ana Banana.
Feliz Natalzinho, Mamata.
Feliz Natal porra, Gérson.
Feliz Natal, Mara.
Sôniiinha! Feliz Natal, fera.
Alessandro, te cuida, feliz natal bróder.
Um Feliz Natal, Seu Inácio.
Gorgonzola...pô, Feliz Natal.
Natal é com Jesus, gente. Amém.
"Pára mano" - ele diz.
Essa anta.
Parece um macaco.
Mexe pra lá e pra cá na cadeira,
dois idiotas dividindo um PC.
2 reais a hora.
"Óia mano, parece que eu to na balada"
E se sacode,
inclinando a cabeça
pra lá
e
pra cá
na cadeira.

A cadeira preferiria
qualquer inquisição.
do que esse cover
de nada,
bichona donkey kong.


Não bebo cachaça desde o dia 4.
Estou trabalhando nesse final de ano
O salário não é lá grande coisa.
Mas é bom.

Gosto do ambiente do trampo
dos "colegas", quer dizer -
das colegas.

Sou vendedor de livros
convivo com prateleiras
- um dia estarei lá -
como Mário Mariones.

"Ói que forgada véi, mó mancada"
Ele dança o seu puts puts
de boné preto virado pra trás
brinco dourado figurando
na orelha esquerda,
deprimente.

O mouse guiado
assim
é cego,
sujo
vende aids pelo sensor.

Quero outro lugar
uma piscina
impossível
em Acapulco
eu
escalo devaneios
sambarilóvis
imortais
quando minhas pipulas
se derretem
ao cruzar
esse psicodélico tobogã à 8.000 por hora
desembocando num paraíso
verde pisc…
se confiança é nome de biscoito
a hipocrisia é vizinha da covardia
- mas
nos b-sides da lua
Joey Ramone é fera nenêm
e café faz bem
pra espantar
minha preguiça mental.

Ô depressão filha da puta

O mês de dezembro tá punk, por isso fica foda postar algo por aqui. Nos últimos dias eu fiz um monte de merda, bebi sem parar, tomei remédio pra caralho e tô de saco cheio de tudo. Menos de uma coisa. Não preciso dizer o que é.

Então é isso. Agora é hora do trabalho. Pfff.