quinta-feira, outubro 28, 2010

ROCK HORROR


E sábadão tem Garrafa na área. Estamos preparando um shitlist recheado de crássicos, chefia! Mais uma noite foda, sem dúvida! Aquele abraço aos amigos leitores!

quarta-feira, outubro 27, 2010

como diria Zanzibar "É melhor preferir do que remediar"

O problema da sinusite é o olho destronando o nariz.

AGORA SEM TANTAS VÍRGULAS

O leitor mais atento, sabe que este que vos redige frequenta sim a Zoega.



Estava eu no meu leito de morte, e não sei roncava, se babava, ou apenas dormia; profundamente eu reinava, suando sonhos desgraçados. Nesses lindos sonhos, degolaram minha galinha Jurema. Eu era menino. Meu pai não vira a carnificina. Meu irmão nunca nasceria. E cortaram minha outra galinha, a Ondina - em 7 pedaços de ódio e rancor. Então um grande olho DE ALHO, com cicatrizes negras DE FISSURA, colocou-se entre o sol e minha pobre retina suada. Desgraça: para meus pés beijarem líquido, despencando o falso asfalto, desabo, coreto de Cordeiro, maio de 1989.

sábado, outubro 23, 2010

FAÇA VOCÊ MESMO!

Se pra Sócrates há o intelectualismo da moral, na famosa brincadeira => VIRTUDE = RAZÃO = FELICIDADE, pra mim há o punk rock.

Que coisa tranquila e agradável... pegar o violão numa tarde chuvosa de sábado. Arranha aqui, arruma um power chord e logo se começa a compor. Riffs, pesadelos. Afetos, revoltas. Planos. Luzes e trevas. A voz vem do fundo da alma. Sem saber pra onde ir, virar, regurgitar, pirar, aplainar, subir, descer, veloz, em ska, em alPHA, fodendo tudo no refrão, ímpeto hardcore ou não, estamos juntos, o punk e eu, esquartejando LO TÉDIO! Não negues! Não se esconda! Faça você mesmo !

sexta-feira, outubro 22, 2010

MEU SEGUNDO LIVRO DE CONTOS


Aooopa. E aí cortesia, tudo em riba? Pois então, a proposta é a seguinte: você recebe os emails do grupo Arte Cultura de Rio Claro? Sim? Não? Você quer desligar-se do grupo?Acha que o pessoal é conscientizado pacas? Acha muito massa os convites pra eventos e exposições dos artistas da roça? Curte uma vibe engajada? Haha. O que acha de COMOVENTE naquela joça? O que respira ali de realmente salutar – espontâneo – mérito real? Essa e outras questões coloco aqui no embate, chefia. Tá certo.

Pra mim, a grande maioria daquilo ali é lixo reprocessado. Perda de tempo. São fábulas diárias de conclusões-azeitona. Discursos vazios de seres com propósitos mentirosos. Bundinhas lindas, que exprimem ignorantes sua cólera MTV, tomando ilustres túnicas verbais do ridículo. Para ganhar a VIDA E SEUS SABORES – estudantes universitários da existência, atuantes no onanismo alheio, com muita classe e ousadia. Há também, claro, os novos heróis politizados. De estilo demasiado fulgurante, enclichezados e articulados no jargão da folia epistemerda, são a bola da vez. Dá-lhe eleições! MOMENTO HISTÓRICO! Ui! Sim, fazem uso obrigatório do direito à democracia. Cidadania é chaveirinho essencial.

E o discurso é sem som, palavra vazzzia, verbo-sono, constrangimentos em pastilhas sagradas, halitose vulcânica – emails de composto fecal with amebinhas pícles. Aoopa – são os personagens fantasmas que interrogam e expressam ávidos, URGENTES! significativos puns e arrotos para si mesmos. Locuções constituídas de paralisias recorrentes, chefia.

Mas pra que se preocupar? Deixa pra lá. Política em Rio Claro? Política em Névi Iórque? Prefiro ver o Velão. Prefiro Fellini. Preciso voltar a escrever meus velhos contos. Finalizei o Promessas Horríveis, meu primeiro livro de contos. Aopa. E vai aqui o convite – pra VOCÊ! Você mesmo, meu amigo! Já sabe qual é o convite né? Promessas Horríveis – sacou? Que tal? Aguardo resposta!

Próximo livro de contos, preparo uma proposta mais PORRADA-realista - mas não deixando de lado meu humor maionese. É, com aquele imaginário ultrapunksambarilóvi rugindo, chefia.Você verá Veneza, Sujos, Avenida da Saudade, Big Bar, Tia Édna, Laguinho, Lago Azul, Boa Morte. Benitão. Antigo Over (sardade). Vários pileques. Muita chapação e poesia roça pride. Mendigos príncipes viajantes aqui e ali, coração humano muito adiante de nós, pessoas risólis que ainda confiam na ciência e em pesquisas cheias de números surdos.

Brotando do sangue da alma, revejo todos os dias essa vontade. Visceral, nas veias , vontade de acordar cedinho, alma fortalecida! ESCREVER! Banco de praça, verbo. Praça Boa Morte. Solidão. Apenas um caboclo de boa, mãos no bolso. Avenida da Saudade, tão onírica. Cemitério, cafézinho em velório do anônimo parça. Chamas humanas, extintas. Faróis que jamais sorrirão. A profundidade do mundo, como aprendo todos os dias! Nesse horário de verão, tardes quase melancólicas, viajo na pista, reitero conclusões, paixões explodem do dedão do pé canhoto até o céu de meus sonhos diurnos. Química do desejo humano rock and roll, chefia! Chuto um barril de gelo pra cima! Enigmas das produções humanas, a consciência é insuficiente, liguem os vulcões!

Quero perder o controle no garrancho! Joga sal no Nélson Fun! Frita a Tininha! Tininha, embaixo do lençol! Tininha, embaixo da cama! Potência e coragem, a criança reinventa o sol, inesperadas avenidas nunca vistas que abrigarão abismos amanhã à noite! Furacões em sorrisos extensos, de amigos reais!

Pedras de calçada que saúdam os BOAS VIDAS! Rio Claro, terrinha nobre de sonhos punks ! Ainda dá pra crer na felicidade, chefia! Tentaram me sepultar, tentaram o vale de lágrimas! Mas os contos ressurgem. Sobre o barro. Sobre um palco – Aracy com Y é bem mais legal! Outono, dança macabra. Cotonetes pra limpar a bunda do cinismo burro, sem sentido. E minhas folhas trarão calor infernal, onde os altares da neonatureza maionese precisam de dinamite pura!!!

quarta-feira, outubro 20, 2010

se a madruga corre comigo,

As mãos de mendorato definham o rap do eunuco
vingando a lua nervosa da Noruégua
Os dentes do portão de chumbo de fechadura tão nostálgicos
esperam impacientes pela velha viatura dos anãezinhos cósmicos de Iracemápolis!

Donde andará Carlinhos?
- seu pijama em forma de melancia
- sua puta, louca de alface descabelado
- seu baixo Eagle envenenado em LÁ bucetão

Se a madruga corre comigo, eu sou fera-nenêm
Estou disposto a negociar
Amanhã desprezo o sol, as queimaduras são de tinta risólis
as queimaduras não estão mais no meu sonho

sexta-feira, outubro 15, 2010

sexta-feira na área, chefia. ritmo de brasilfolia, meu chapa. bora sair? bora ler quinhentas páginas de Dostoiévski? bora construir joelhos de ar, pernas de ilusão pra Tininha conferir de sorrisinho lolitesco? talvez. vou pra gandaia grindcore, reunir os velhos amigos e partir destrambelhado rumo ao andar sem destino! uma boa sexta aos amigos leitores!



domingo, outubro 10, 2010

VOLTAIRE AQUI NO VOZERIO DO INFERNO



Gosto de zapear algumas frases do Voltaire. Meu hábito "Montaigne". Haha. Boi Zé.

Voltaire: esse truta investiu barbaridade na massa cinzenta contra as forças ocultas embaixo da cama, leia-se Ser Humano Baby Júnior Little. Século do Isqueirinho, chefia. Trans-históricA essa pegada de pensamento sem preguicite bosta.

Que tal exemprificar o bang? É. Vamos comentar algumas frases do ferinha:

"O repouso é bom mas o tédio é seu irmão".

Bem, Cazuza disse que preferia Nescau à morosidade, então prefiro Roy Orbison adolescente do que o Cazuzinha. Na verdade, essa frase de churrascaria é pra ser servida com codorninhas vivas espirrando tédio.

"A originalidade nada mais é do que uma imitação criteriosa".

Issae, macacada. Curtiu, Tininha? Ela aprova. "Tudo se copia", solta, peidando alface. Tá certo. É bão pensar naquela do Dostoiévski também: "o que sabe a razão senão o que já conhece?". O lance é que todo mundo se imita tanto na pista de dança do ridículo que, de certo modo, só Puskas pode driblar como Garrincha.

E pra terminar, a célebre:

"Uma citação é apenas um dado".


"

sábado, outubro 09, 2010

sexta braba, chefia


sexta-feira braba chefia. imagine você, eu no meio duma porção de gorilas branquelos. local: captain jack, piracicaba. "festa de 30 anos de jornalismo unimep". professores oclúdos tiram fotos com aluninhas besuntadas de glitter. foto flash fato show. uhul. é.

e o os gorilas branquelos de camisa pólo vermelha, maromba bofes dançam feito moçoiolas. com topetes mais ridículos que o meu, inclusive. dancinhas constrangedoras na pista, todo mundo é super feliz ali. alguma dupla, com bom suporte técnico (um gordo altão de chapéu é o produtor deles) toca "Mila", do Netinho. todas as músicas são iguais. o discurso dos dois gordos em cima do palco é machista: "quanta mulher bonita, será que os hómi dá conta?". ah tá. desculpe, esqueci: estou numa "balada de sertanejo universitário". sim. até os nobres filhos de Milhonário e Zé Rico dão ar da graça. Wagner teria uma ereção metafísica.

minha namorada, jornalista, cobre o evento. precisa cobrir. eu puxo uma cadeira no canto. pareço portador de necessidades especiais. não vou falar quanto paguei pra entrar, oka? aopa. então? então vamos embora de táxi. vamos pra casa. o derradeiro da noite é lírico.

segunda-feira, outubro 04, 2010

O "FDS" DO LEMÃO



Contarei como transcorreu meu "fim de semana". Sexta-feira: festinha social. Uau. Soçáite. Imprensa local. Trajes chiquérrimos. Poses. Caras & Bocas. Bebida cara. Banda contratada: todos os estilos musicais do mundo. Flashes. Gays, olhadelas e alfinetadas magistrais. Políticos, barrigas. FIM.

Sábado: Festinha. Amigos. No meio do bloco dos descontentes, alguém tentando me ironizar. POXA, quem precisa ter inveja de mim? A falta de autoestima do ser humano me comove.

E O GARRAFA TOCOU ESSE SOM LÁ, AMIGOS LEITORES, AMIGAS LEITORAS:


E o domingo? Ora, o domingo...o domingo foi marcado por trabalho, voto nulo e a redenção. Sim, estou apaixonado, perdidamente apaixonado, macacada.

Todos orgulhosos, afirmativos, dogmáticos. Preferem a mentira que encontram à verdade do outro.

sábado, outubro 02, 2010

E a maioria dormirá sem nem ao menos um porre metafísico-sarcástico frente ao banal enquanto pressuposto básico do século XXI.

IRREGULARIDADE & DESEMPENHO MERDA DO TRICOLOR CONTRA GÓIAS E GRÊMIO

E o São Paulo levou uma piaba do Grêmio (4X2). É, há um BOM tempo que não dá gosto de ver o tricolor jogar. Será que o baque da perda da Libertadores ainda é o que pega pros lados do morumba? Nem é. O rolê é outro, chefia.

Aliás, essa palhaçada em torno de técnico-resultado incomoda qualquer um. Quando a equipe vence, o Baresi é o cara, será efetivado e tudo mais, aumento salarial previsto na fita. Na derrota, o discurso é outro: "ele permanece como interino, Sérgio Baresi é técnico interino do São Paulo Futebol Clube". Que merda.

Na verdade, não estou acompanhando porra nenhuma também. Que se foda. Embora, confesso, Tininha, que gostaria de ver pelo menos meio tempo inteiro do meu time. Queria acompnhar o Lucas (ex-Marcelinho) em campo e avaliar esse rapá, que espero, ESPERO vingar e tornar-se uma luz num setor que há muito tempo tá uma bosta.

E esse filme aí, SOBERANO, que estreiou hoje nos cinemas? Sei lá. Depois comento essa parada aí. Abraço a todos.

OUVINDO HARDCORE E LENDO ESCRITORES BRASILEIROS E DO TIO SAM

As pessoas estão sem coragem.  As pessoas brincam verbalmente nas redes sociais perpetuando o lado cômodo da vida.  Já é uma bela bos...