Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011
Ferreira Gullar é dono destas singulares palavras:


                   A noite nos faz crer
(dada a pouca luz)
                  que o tempo é um troço
                   auditivo.



88.
que merda
a transitoriedade
a impermanência
simples-burra-burocrática
que ataca e assombra
as almas que vem-e-vão
engolidas pela gangorra
do trabalho.

RESENHA MIADA

É, foi meio zuado. Mas que se foda. Valeu aos camaradas que apareceram(caravana da roça)no rolê de ontem no Benjamim. Especialmente ao Gilmar, Raul, Carlão e o Porco que junto com o pessoal dos Patetas organizou o som. 
O auge do show dos Garrafa foi a especialíssima versão de "Cheia de Manias", do Raça Negra. Segundo o Rodrigo Tubarão (o grande Tubarão) ficamos uns 3, 4 minutos no ska. Depois eu distribui "didididididiêêê" pra todos, inclusive. Tá certo.
Eu tô sem fotos pra colocar agora. Foda.
Abraços,
Alguns dias sem tomar banho. Madrugada de sexta pra sábado: cidade vazia, fantasmas resvalam no centro da cidade. posto da rua 8, bar do bola quase vazio - uma heróica mesa parece render um bom papo 17 minutos do primeiro tempo entre um coroa de moletom e uma mulher careca, albina. é que você que é jovem, bonito, ou suou pra ter aquela surpresa legal no espelho, fruto da sua disciplina acadêmica (e aqui não sei se cabe ambiguidade) pagou trinta reais pra encher o cu de caninha num open bar da unesp.
foda-se a unesp. eu saí pra colar uns cartazes com o parceiro Bruno Lóque. Sente o drama: em plena rua 6 um boy (maromba boné gola pólo) está com a cabeça caída em cima do peito, babando. o som vindo do carro é alto, chega em santa gertrudes. e o sujeito permanece com a cabeça afogada no próximo gorfo, tal qual Bon Sc Scott. Só que o rapaz ouve um eletrônico peter pan.
E a humanidade vai vivendo de trocados Do pátio piso pipoca reciclada De sono sem ronco filhote re(de)primido E todo mundo dormirá sem ter lido nada do Nelson Rodrigues.
anseios vivem nos ombros das pessoas
não há anseios anões de olhos verde-vesgos
anseios vestem calções gringos e nacionais
anseios são sabonetadas
no rabo da apatia


anseios
perdidos
sangrenta madrugada
Sorocaba.

SÁBADÃO AGORA!

LÓQUE

Ele anda maroto No meio da capirotagem Bundas em jeans, cavalas, Lata azul, Antarctica gelada.
Seus pés vão pisando a conquista No meio do mato. Mas Bruno Lóque é niilista.
De tanto olhar para vacas, Não viu Tininha De tanto olhar para vacas, Disse fico na minha.
Bruno Lóque na fila do supermercado Regulando o mulherio PORRA! quero a grana, a grana,
todo mundo no chão.

BOLHA NO DEDINHO DO PÉ

sobriedade é o que o Jaime busca
lembra da Banca do Anésio?
mesmo fritando de cachaça na cabeça
lia Machado de Assis
bronhava a Cláudia Raia de sexta
apertava um com Iggor, com o Bola
sobriedade é o que o Jaime busca


quer passar dos quarenta e dois
ler mais Sêneca
ser feliz comendo no restaurante vegetariano da rua 4
são três horas de caretice até agora.

TECLADO APOIADO TEXTO ARRUMADA E MIKE NESS

Agora escrevo. Eu tentei escrever apoiando o tecrado numa superfície quebrada. E que o bang caía toda hora. Fiquei aturando isso por quase das semanas. É mole? Eu já havia quebrado anteriormente peça a peça, a peça. Agora apóio o tecrado numa bancada aqui do quarto. O monitor está à minha direita, meio na diagonal, me questionando muito, pra falar a verdade.
***
Social Distortion faz você decolar. Mike Ness canta como poucos.  Motivações medíocres serão sempre as de alguém que discorde da condição do velho Mike Ness como o trovador simprão e coerente que é.

O MELHOR ESCRIBA DA ROÇA: MÁRIO MARIONES

O MELHOR ESCRIBA DA ROÇA: MÁRIO MARIONES
Existe alguém mais sem cérebro, babaca e previsível que o Márcio Garcia? Esse é o Brasil: Márcio Garcia vai dirigir um filme com o Ronaldo, o Fenômeno. Uau. E ainda tem mais: vai contracenar com Carolina Dieckman em novela no horário nobre. No site da Folha de São Paulo, podemos encontrar a seguinte declaração do Marcinho: "'É bacana ser lembrado pelo Aguinaldo [Silva], mas vai ser um desafio pra mim. Ainda preciso começar a malhar, estou muito magrinho', brinca". Porque você não dá o cu pro Schwarzenegger também, Marcinho?
Se o Márcio Garcia entende de cinema, o twitter é muito melhor que a obra completa do Cortázar. Márcio Garcia deve entender muito de cinema, realmente. No ano passado, fez o seu primeiro filme, que lhe abriu portas para os Estados Unidos. Muito interessante. Vamos para Disneilândia com o Polegar Vermelho? Disney é Disney. Mas o Marcinho queria mais, não bastou os EUA, ele quer ser o novo Fellini. Quando quest…

Rabdomiólise

Eu Eu Eu
Você: figura crua fissura nóia latada brasa cachimbo freio ronco motor perseguição ilusionista rápido segunda queima terceira enche o cu de nóia .
Eu Eu Eu







Vou escrevendo qualquer porra por aqui. São três e quarentaenove, 49 fritos na matina. REPITA.
lembro quando essa banda veio pra cá - a revista rockpress da época trazia eles - puta róque sujo, fuckin guitarrado (timbre gordurosão-responsa)





gosto de som rápido assim, barulho toscordinário. sonzão ferve fita.


fita = celebração firmeza. nada de baby-churras e psyquinique. fita é fita.





cenários da cidade de rio claro

Nada de novo na roça. Só o acesso do Velão. Não acordei a tempo, mas acompanhei com meu coroa a peleja pela Rede Vida. Depois de perder o Misfits, perdi o acesso do Velão.
Mas sem crise: agora vamos moer o Rio Glarus F.C.
***
Prepare-se:  leia o guia rápido que preparei. Sim, sobre o que frito quando o assunto versa sobre os soberanos cenários da cidade de Rio Claro.

praça da boa morte: recanto agradável ao ego-renovação pré-decisão por pênaltis. sentadão no banco - bem largadão, os pés esticados, bocejando forgadão, numas de sucéçu-caipira, escalo os ecos audiovisuais da praça Gentileza Júnior, no coração de Marte.
big bar: o tradicional lanchão de Coração de Frango ainda mantém o Big Bar na minha hemeroteca moral.
zoega: vá pra lá no final do domingão. ou naquela noite importante de terça.e lembre-se: a pizza de gorgonzola deixará saudades. eu curto. pra mim o esquema é que mal chego na zoega e a tiazinha garçonete já prepara rápidão o expresso no copo prástico, sem açúcar. 


outra dica: us…

V ARARAQUARA PUNK

E o Garrafa tocou domingão na quinta edição do Araraquara Punk. 
Quero agradecer ao Diego e o Cláudio pela organização, tratamento com OS GARRAFA, gente finisse e força!
O Garrafa havia feito apenas um rápido ensaio e uma apresentação com a nova formação. Por isso, nesse som de domingão agora, tivemos alguns percalços naturais - acontece porra! - mas depois tudo resolvido, e foi do caralho a sonzera! 
Valeu a todos presentes!
É nóis!
Próximo som do Garrafa é no próximo domingo, já com músicas novas e o caralho a quatro! O rolê acontece no Estúdio Noise Terror em São Paulo, ao lado do Juventude Maldita (ó o cartaz aqui embaixo, chefia!)




abraços aos camaradas-leitores!



os garrafa



hb - guitarra

mariones - voz, baixo
angelo - batera

MAIS UMA COLETÂNEA!

ma(L)te-me por favor

Vocês podem até me zuar - não tem problema - mas digo-lhes categoricamente: mate gelado dá uma puta pilha pra escrever.
É muita curtição pruma madrugada só.

GOIÁS E VILA NOVA EM CHAMAS

porra, e a porradaria entre Goiás e Vila Nova? 






MÚLTIPLA FALÊNCIA SONORA

com o fechamento do D'Vinci, Rio Claro, mais uma vez, emudeceu.
o que faremos?
o Over deixou saudade pra caralho.Já virou lenda em conversas chapadas, principalmente.
estamos na merda - agora veremos quem passa a adotar o verbo agir em primeira pessoa.

GARRAFA VAZIA NO ONE DEGRAU

Saiu uma entrevista bem legal sobre o Garrafa Vazia, concedida por mim ao blog One Degrau! 
O Flávio, do Cirrose Hepática, banda que móe o punk rock dos bons, idealista (apesar de todos os pesares que envolvem o rolê de correr pela cena) é o mantenedorzóvisky desse blógue - que traz matérias, entrevistas, cartuns e diversas fitas-pride sobre o rócão underground (do metal ao punk)! Acessem aí pessoal:
http://onedegrau.blogspot.com/2011/04/
Inclusive em breve sairá uma coletânea excrusiva do One Degrau com umas pá de banda foda!

NOTA SOBRE BEBEDOURO

É com pesar que informo que todas as forças conspiraram pra que ontem não fossemos a Bebedouro. Compromissos derrubaram substituições, falta de grana e correrias negadas foram protagonistas. Tentei de tudo, mas parece que foi pouco. Que merda.
Queríamos muito ter ido ao segundo momento do festival. Ver todas as bandas,  pirar na Estação, e ver o pessoal do coletivo BxDxF, mais o Buzon, Pinga, e conhecer a macacada. 
Tivemos problemas com o baterista (mais uma vez!), e tentamos arrumar vários substitutos, mas infelizmente tudo conspirou contra mesmo. E foi coisa de última hora, por isso não avisei antes! Peço sinceras desculpas a vocês.
abraços,