quinta-feira, outubro 13, 2016

NUNCA

Blackned crust.

Bateção de cabeça constante.

Coesa massa suja que infesta você, cardíaco batimento trafegando total odiosidade, eis a estréia do NUNCA.

Rápidas ruínas em fúria no comando interno rítmico , ouça bem alto, nos  fones, de preferência.

É, o barranco  caos tragou você ao percurso dos cânticos devastados campos em pb, riffs que agressivos grudam ao final de cada audição , diy, o zelo pelo inconformismo e o maldito bom gosto em tudo aqui, a estréia que ressoa prolongada, pelas 4 doses da destruição.

Produção do porão da Pé de Macaco Discos, lá de São Carlos.

Gravado e mixado por Rodolfo Nei. Masterizado por Rafael Simões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

pode apostar, Lindomar

confuso, vagabundo, folgado. louco por futebol e rock and roll, aquele flamejante, conhece? incendiário, de libertação. louco por liter...